Batuque, samba e raça

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Batuque, samba e raça

Mensagem  Luana Calainho em Qui 12 Nov 2009, 8:31 pm

O centro da cidade do Rio de Janeiro já foi palco de muitas obras de grandes compositores, e nos próximos dias 17 e 18 de novembro, o teatro Rival recebe o grupo Batucadas Brasileiras, para apresentar o show "Quando o Samba Não Tem Cor".
Na semana da consciência negra, Robertinho Silva e o maestro Carlos Negreiros, querem que o público carioca veja o que nesses três anos de oficina, jovens na faixa dos 14 aos 25 anos aprenderam.

A dupla, que em 2003 teve a grande ideia de formar jovens moradores de comunidades de baixa renda da zona Portuária do Rio de Janeiro em percussionistas profissionais, estará à frente de um naipe de metais (trombone, trompete e tuba), apoiado por um quarteto de violão, guitarra, cavaquinho e contrabaixo. O resultado é uma grande Orquestra Popular que na sua base tem como elemento permanente o samba, em fusão com os ritmos contemporâneos.

Na semana da Consciência Negra de 2009, o espetáculo "Quando o Samba Não Tem Cor" vem demonstrar o encontro de culturas africanas que no passado ancoraram no Rio e em Salvador e se expressaram em manifestações tão comuns e singulares, para todo o povo brasileiro na sua mais ampla diversidade, a exemplo da nossa Música Popular.


Data e hora: 17 e 18 de novembro (terça e quarta), às 19h30
Local: Teatro Rival Petrobras
Endereço: Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia.
Telefone: 2240-4469
Preços: R$40 (inteira) e R$20 (estudantes e idosos)





Raul e Robertinho
avatar
Luana Calainho

Mensagens : 15
Data de inscrição : 31/08/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum